Conceitos dos discentes de enfermagem sobre aulas remotas

Kézia Raquel Gomes da Silva, Thayná Milena de Oliveira da Silva, Regina Pereira de Sousa, Yasmin Palyohanne Ezequiel da Silva, Suzana Araujo de Macedo

Resumo


A doença de COVID-19 é uma infecção respiratória provocada pelo Coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2 (SARS-CoV-2). Dessa maneira, a COVID-19 é disseminado de pessoa para pessoa, por gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, acompanhado por contato pela boca, nariz ou olhos, e ainda por meio de objetos contaminados. A tecnologia se tornou uma grande aliada para algumas universidades nesse período de pandemia, procurando implementar a educação remota, o que difere da Ead. Esta pesquisa tem como objetivo analisar as opiniões dos discentes de enfermagem sobre aulas remotas, tendo em vista, a atual situação do país e que o curso de enfermagem é composto por ensino teórico prático o que nos levanta as seguintes questões: a medida provisória está sendo eficiente a este público? Se sentem em vantagem ou desvantagem?. Trata-se de um estudo bibliográfico e descritivo-exploratório com abordagem quanti-qualitativa. Diante os resultados obtidos, percebe-se que tanto as instituições de ensino quanto alunos foram pegos de surpresa, o que nos proporciona a idéia de que não estavamos preparado para esta nova rotina, onde os discentes demonstram certa dificuldade na adaptação ao cenário acadêmico atual.

 

 

PALAVRAS-CHAVE: Enfermagem. Covid-19. Discentes. Aula. Remoto. Conceito.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Diálogos em Saúde

ISSN: 2596-206X

Centro Universitário Uniesp

Rodovia BR 230, Km 14, s/n, Morada Nova. Cabedelo - PB. CEP 58109-303