SOLUÇÕES BASEADAS NA NATUREZA NO CONTEXTO DA GESTÃO DA REDUÇÃO DE RISCO DE DESASTRES

Ana Paula Ribeiro de Hollanda Leite, Giulia Hercília Pereira Silva, Hamilcar Jose Almeida Filgueira

Resumo


As Soluções baseadas na natureza (SBN), especialmente associadas a esquemas de pagamentos por serviços ambientais (PSA), são uma temática emergente no planejamento de recursos hídricos. Assim, a presente pesquisa objetivou contribuir para melhorar o entendimento de como SBN podem ser desenvolvidas no planejamento de longo prazo dos sistemas hídricos que abastecem cidades. Os estudos destacam a possibilidade de aplicação em diferentes áreas como crise hídrica, agricultura, infraestrutura verde e mudanças climáticas. O benefício da expansão de SBN foi concebido como a redução no custo total em relação ao cenário de inação. A melhor estratégia de expansão foi entendida por aquela que otimiza temporalmente as vantagens de cada SBN em relação às pressões apresentadas pelo cenário de futuro que incluíam as pastagens com terraços que para a SBN seria mais indicada para a melhoria da disponibilidade de água, enquanto que o reflorestamento seria mais adequado para a melhoria da qualidade de água. Ainda assim, os resultados apontaram que a expansão de SBN em larga escala sobre os sistemas hídricos responsáveis pelo abastecimento de metrópoles seria inviável economicamente quando avaliado os custos e benefícios diretos. Tais resultados deixaram evidente que os programas de PSA e similares observados na prática no Brasil atuam sobre áreas pelo menos dez vezes menores que as necessárias para produzir impactos perceptíveis sobre a disponibilidade de água de grandes sistemas hídricos, que em geral ocupam centenas de quilômetros quadrados.

 

Palavras-chave: Soluções baseadas na natureza. Pagamentos por serviços ambientais; Planejamento de recursos hídricos.

Texto completo:

PDF

Referências


BREEN, A. et al. From “Government to Governance”? A Systematic Literature Review of Research for Urban Green Infrastructure Management in Latin America. Frontiers in Sustainable Cities, v. 2, p. 1-15, 2020. Disponível em: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/frsc.2020.572360/full. Acesso em: 09 out 2022.

CANIL, K. et al. Vulnerabilidade e a construção social do risco: uma contribuição para o planejamento na macrometrópole paulista. Cadernos Metrópole, v. 22, n. 48, p. 397- 416, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cm/a/Z5xJKs6ZfmrCSrrVkCCRX6S/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 26 set. 2022.

CBH-DOCE – Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce. A Bacia. Brasil, 2022. Disponível em: https://www.cbhdoce.org.br/institucional/a-bacia. Acesso em: 03 out 2022.

CEE FIOCRUZ - Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz . Iniciativas Sustentáveis e Soluções Baseadas na Natureza que Beneficiam a Saúde e o Bem-Estar. Rio de Janeiro, 2022. Disponível em: https://cee.fiocruz.br/?q=iniciativas-sustentaveis-e-solucoes-baseadas-na-natureza-que-beneficiam-saude-bem-estar. Acesso em: 01 out 2022.

COHEN-SHACHAM, E. et al. Nature-based solutions to address global societal challenges. IUCN, Gland, Switzerland, v. 97, 2016. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/307608144_Nature-based_Solutions_to_address_global_societal_challenges. Acesso em: 09 out 2022

COMISSÃO EUROPEIA. Towards an EU Research and Innovation Policy Agenda for Naturebased Solutions & Re-naturing Cities: Final Report of the Horizon 2020 Expert Group on Nature-based Solutions and Re-naturing Cities. 2015. Disponível em: https://op.europa.eu/en/publication-detail/-/publication/fb117980-d5aa-46df-8edc-af367cddc202. Acesso em 09 out 2022.

FEARNSIDE, P. M. Destruição e conservação da floresta amazônica. Manaus, Editora do INPA, 2021, Vol. 1. 368 p. Disponível em: http://philip.inpa.gov.br/publ_livres/2019/Destruicao-v1/Destruicao_e_Conservacao_da_Floresta_Amazonica-Miolo-prova.pdf. Acesso: 09 de out 2022.

FRAGA, R. G.; SAYAGO, D. A. V. Soluções baseadas na Natureza: uma revisão sobre o conceito. Parcerias Estratégicas. v. 25, n. 50, p. 67-82, 2021.Disponível em: https://www.cgee.org.br/documents/10195/734063/4357_RPE_50_Grafica_.pdf/c5005e4a-cd41-4e66-aa08-f87066673d55?version=2.0. Acesso em: 27 set. 2022

FRANTZESKAKI, N. Seven lessons for planning nature-based solutions in cities. Environmental science & policy, v. 93, p. 101-111, 2019. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1462901118310888. Acesso em: 09 out 2022.

FURTADO, J. R. Gestão de riscos de desastres. Florianópolis: CEPED UFSC, 2012. 14 p. Disponível em: https://www.ceped.ufsc.br/wp-content/uploads/2014/10/gestao_de_riscos_de_desastres_0.pdf. Acesso em: 03 out 2022.

GIPSBN - Grupo de Interação à Pesquisa em Soluções Baseadas na Natureza. Soluções Baseadas na Natureza. Site USP, 2016. Disponível em: https://sites.usp.br/gipsbn/solucoes-baseadas-na-natureza. Acesso em: 09 de out 2022.

GRISCOM, B. W. et al. Natural climate solutions. Proceedings of the National Academy of Sciences, v. 114, n. 44, p. 11645 - 11650, 2017. Disponível em: https://www.pnas.org/doi/10.1073/pnas.1710465114. Acesso em: 03 out 2022.

HEINRICHS, D. et al. Dispersión Urbana y Nuevos Desafíos para la Gobernanza (Metropolitana) en América Latina: El Caso de Santiago de Chile. Revista Eure v.104, p. 29 – 46, 2009.

IPCC - Intergovernmental Panel on Climate Change. Climate Change 2022. Mitigation of Climate Change. Summary for Policymakers, 2022. Disponível em: https://www.ipcc.ch/report/ar6/wg3/downloads/report/IPCC_AR6_WGIII_SPM.pdf. Acesso em: 02 out. 2022.

IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza. Abordagens integradas e Soluções baseadas na Natureza para a restauração de paisagens degradadas. América do Sul, Escritório Regional, 2022. Disponível em: https://www.iucn.org/pt/news/south-america/202204/abordagens-integradas-e-solucoes-baseadas-na-natureza-para-a-restauracao-de-paisagens-degradadas. Acesso em: 02 out 2022.

IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza. Ensuring effective Nature-based Solutions. Site, 2022 Disponível em https://www.iucn.org/resources/issues-brief/ensuring-effective-nature-based-solutions. Acesso em: 29 set. 2022.

IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza. Nature-based Solutions. Site, 2022 Disponível em: https://www.iucn.org/our-work/nature-based-solutions. Acesso em: 29 set. 2022.

IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza. Relatório Anual 2019. América do Sul, Escritório Regional, 2019. Disponível em: https://portals.iucn.org/library/sites/library/files/documents/2020-012-Pt.pdf. Acesso em: 29 set. 2022.

IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza. The IUCN Programme 2013–2016. Adopted by the IUCN World Conservation Congress, September 2012. Site, 2012. Disponível em: https://www.iucn.org/sites/default/files/2022-05/wcc-5th-003.pdf. Acesso em: 09 out 2022.

IUCN - União Internacional para a Conservação da Natureza. Nature based Solutions for Societal Needs - a standardized approach for design and verification of interventions. IUCN, 2019.

KABISCH, N. et al. The health benefits of nature-based solutions to urbanization challenges for children and the elderly – A systematic review. Environmental Research, v. 159, p. 362-373, 2017. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0013935117315396?via%3Dihub. Acesso em 01 out 2022.

KABISCH, N. et al. Nature-based solutions to climate change mitigation and adaptation in urban areas: perspectives on indicators, knowledge gaps, barriers, and opportunities for action. Ecology and Society, v. 21, n. 2, 2016.

LOPERA, C. C. F. Caraterização do risco de desastres e da sua gestão em cidades portuárias. Cabo dos Trabalhos — Revista Eletrônica dos Programas de Doutoramento do CES/Universidade de Coimbra Nº 26 — Doutoramento em Território, Risco e Políticas Públicas. Disponível em: https://cabodostrabalhos.ces.uc.pt/n26/documentos/08_Camilo_Fernandez.pdf. Acesso em: 03 out. 2022.

MAES, J.; JACOBS, S. Nature‐Based Solutions for Europe's Sustainable Development. Conservation Letters, v. 10, n. 1, p. 121-124, 2017. Disponível em: https://conbio.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/conl.12216. Acesso em: 09 out 2022.

NESSHOVER, C. et al. The science, policy and practice of nature-based solutions: An interdisciplinary perspective. Science of the Total Environment, v. 579, p. 1215-1227, 2017. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048969716325578. Acesso em 27 set 2022.

ODEH, L. E. A comparative analysis of global north and global south economies. Journal of Sustainable Development in Africa, v. 12, n.3, 2010.

ONU - Organização das Nações Unidas. Cúpula dos ODS termina com compromisso dos líderes mundiais em implementar Agenda 2030. Nações Unidas Brasil, 2019. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/84270-cupula-dos-ods-termina-com-compromisso-dos-lideres-mundiais-em-implementar-agenda-2030. Acesso em: 02 out 2022.

ONU- Organização das Nações Unidas. Brasil entre países com maior número de pessoas expostas a inundações. ONU News, 2020. Disponível em: https://news.un.org/pt/story/2020/01/1699571. Acesso em: 09 out 2022.

PÁDUA, J. A. As bases teóricas da história ambiental. Estudos Avançados, v. 24, n. 68, p. 81–101, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ea/a/Q4JBvrMMzw6gBvWhsshnKXN/abstract/?lang=pt#:~:text=O%20artigo%20analisa%20a%20emerg%C3%AAncia,XX%20para%20o%20s%C3%A9culo%20XXI. Acesso em: 9 out 2022.

PAULEIT, S. et al. Nature-Based Solutions and Climate Change – Four Shades of Green. Springe, p. 29–49, 2017. Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-319-56091-5_3. Acesso em: 04 out 2022.

SCARANO, F. R. Ecosystem-based adaptation to climate change: concept, scalability and a role for conservation science. Ecology and Conservation ,v. 15, n. 2, p. 65 – 73, 2017. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1679007316301621. Acesso em: 9 out 2022.

SEKULOVA, F. ; ANGUELOVSKI, I. The Governance and Politics of Nature-Based Solutions. Naturvation, Deliverable 1.3: Part VII, Germany. 2017.

SMITH, K. Environmental hazards: assessing risk and reducing disaster. 6a. ed. London: Routledge, 2013. 504p.

UNDRR - United Nations Office for Disaster Risk Reduction. UN Report charts huge rise in climate disasters. Comunicado a imprensa, 2020. Disponível em: https://www.undrr.org/news/drrday-un-report-charts-huge-rise-climate-disasters. Acesso em: 02 out. 2022.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Campo do Saber

ISSN: 2447-5017

Centro Universitário Uniesp

Rodovia BR 230, Km 14, s/n, Morada Nova. Cabedelo - PB. CEP 58109-303