EFEITO MUSCULAR SOBRE A PRÁTICA DO SKATE NA POPULAÇÃO DE JOÃO PESSOA

Aline Albuquerque Nóbrega Rabay, Rogério Márcio Luckwu Dos Santos, Marcos Antonio de Araújo Leite Filho, Maiza Chapire Fagundes, Bruna Leite Diaz, Luiz Makoto Nagahama Filho, Cybelle de Arruda Navarro Silva

Resumo


A prática do Skate é uma atividade recreativa muito popular entre jovens de todo o mundo e sua prática como meio de transporte, atividade física ou esportiva, traz inúmeros benefícios à saúde física e mental. Diante da crescente pratica deste esporte, o objetivo deste estudo é analisar o efeito muscular sobre a prática do skate na população de João pessoa. Como método foram avaliados 124 indivíduos de ambos os sexos (9 a 62 anos), pesando entre 30 a 103 kg, altura entre 1,20 a 1,92 cm, que praticam o skate semanalmente por um período de 1 mês a 15 anos. Os resultados mostram que ao mensurar a Coxa Direita (52,25 ± 0,61) comparada a Coxa Esquerda (52,17 ± 0,63), não houve uma diferença significativa entre os membros. Os resultados também mostram que ao mensurar a Panturrilha Direita (33,86 ± 0,36) comparada a Panturrilha Esquerda (33,73 ± 0,35), verificou-se que não houve uma diferença significativa entre os membros. Conclui-se que a prática do skate como modalidade esportiva e recreativa não interfere e não altera o volume muscular do praticante. Palavras - chave: Atividade Física, Avaliação, Skate.

Texto completo:

PDF


Revista Campo do Saber

ISSN: 2447-5017

Centro Universitário Uniesp

Rodovia BR 230, Km 14, s/n, Morada Nova. Cabedelo - PB. CEP 58109-303