RESÍDUOS SÓLIDOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Rebeca Maia Bezerra de Barros, Marco Aurélio Rodrigues de Melo

Resumo


Os resíduos sólidos da construção civil estão sempre presentes em todos os tipos de obras. A Construção Civil é destaque na indústria de grande impacto na economia, responsável por produzir metade dos resíduos do país. Existe grande desafio de conciliar essa atividade produtiva e lucrativa com o desenvolvimento sustentável. Essas sobras necessitam de gerenciamento adequado para evitar que sejam ignoradas e acumulem-se em margens de rios, terrenos e outros locais inapropriados. Os resíduos sólidos da construção civil resumem-se a materiais cerâmicos, argamassa e seus componentes, etc. Esses itens representam em média 90% de todos os resíduos gerados nas obras, apesar de serem vistos como de baixa periculosidade, seu impacto é causado pelo grande volume gerado, sua distribuição irregular causa problemas de ordem estética, ambiental e de saúde pública, pelo fato de esses resíduos apresentarem material orgânico, produtos químicos, tóxicos e de embalagens diversas, que acumulam água, favorecendo a proliferação de insetos e de outros vetores de doenças, representando assim, um grande problema de saúde. Realizou-se vistoria na obra do novo bloco do IESP, buscando identificar o descarte de resíduos sólidos lá existentes. Ao abordar a equipe da obra, se apresentou dois tipos de resíduos: em uma caçamba encontrava-se madeira e em outra uma mistura de vários materiais como os próprios resíduos da obra além de livros, cadernos, embalagens de comida, latinhas, pedaços de plástico, entre outros, que provavelmente pela caçamba encontrar-se fora do espaço da obra acabou tendo esse tipo de material descartado por transeuntes daquele local. Em relação ao tratamento desses resíduos, a madeira é recolhida por uma empresa do ramo alimentício para utilização na queima em seus fornos. Já em relação aos outros resíduos não nos deram nenhuma solução para seu tratamento. Esse trabalho nos ambientou em relação aos resíduos sólidos e problemas de descarte nas obras de construção civil, observou-se a necessidade de repensar soluções de correção adequada para os resíduos sólidos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Campo do Saber

ISSN: 2447-5017

Centro Universitário Uniesp

Rodovia BR 230, Km 14, s/n, Morada Nova. Cabedelo - PB. CEP 58109-303