TRANSTORNO DE APRENDIZAGEM TDA-H (TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE): PROPOSTAS PEDAGÓGICAS A PARTIR DO DIAGNÓSTICO

Claudio Diogo Bento Carmona, Raquel Miranda Carmona

Resumo


Objetivamente abordamos o conceito do transtorno, bem como os seus aspectos mais elementares, desde a importância de uma avaliação por parte de um especialista, como a elaboração de um diagnóstico mais preciso do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – TDA-H, como e de que maneira um planejamento adequado influi de forma positiva na vida familiar e escolar da criança. Além da necessidade de um tratamento, uma vez que afeta de 3% a 5% de crianças em todo o mundo, sendo esse transtorno reconhecido mundialmente pela OMS. Tratar não significa recorrer necessariamente ao uso de químicos, já que a rotina e o hábito se podem revelar tão ou mais determinantes que estes. É importante ressaltar, que as ciências médicas, atualmente, consideram os fármacos como indispensáveis neste processo.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2447-5017