CONDIÇÕES DE BALNEABILIDADE DA PRAIA DO JACARÉ, EM CABEDELO, PB, A PARTIR DA DENSIDADE DE COLIFORMES TERMOTOLERANTES COMO BIOINDICADOR DE QUALIDADE DA ÁGUA

Jannine Cardoso da Silva, Isabel Gonçalo S. da Costa, Lucas Araujo Trajano, Raquel Miranda Carmona, Bárbara Freire de Oliveira, João Carlos de Miranda e Silva

Resumo


É incontestável a figuração das cidades como eco das ações humanas sobre o ambiente. Não havendo possibilidade de cisão do meio e o ser humano, como consequência da urbanização e crescimento das cidades nas últimas décadas, a alteração da dinâmica urbana sucedeu uma série de impactos negativos no meio ambiente na qual as urbes estão inseridas. Posto isto, salvaguardar o patrimônio ambiental durante o desenvolvimento e aplicação dos planos urbanísticos, reforça a ideia de que o meio natural e suas belezas devem ser legadas as gerações futuras. A Praia Fluvial do Jacaré, ponto turístico da região metropolitana da capital paraibana, ganhou destaque internacional por proporcionar aos visitantes a oportunidade de apreciar um pôr-do-sol esplêndido. O espaço contava com uma área destinada a bares e restaurantes privativos instalados à beira do rio. No entanto, diante de motivações patrimoniais e ambientais dentro do Programa Nacional de Gerenciamento Costeiro (GERCO), o Ministério Público Federal (MPF), Secretaria do Patrimônio da União (SPU), a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA) e a Prefeitura Municipal de Cabedelo, ordenaram a retirados dos pontos comerciais do local. Através dos limites impostos na Resolução CONAMA nº 274/2000 e dos dados históricos de balneabilidade disponibilizados pela SUDEMA, este estudo pretende observar a relação da presença dos bares com a qualidade da água em três períodos: antes, durante e depois de retirada dos estabelecimentos. A categorização dos resultados, obtidos durante 349 semanas, partindo de análises bacteriológicas, apontou que a decisão proporcionou uma melhoria considerável na qualidade da água do curso do corpo hídrico em questão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Acta Scientia

ISSN: 2596-2078

Instituto de Educação Superior da Paraíba

Rodovia BR 230, Km 14, s/n, Morada Nova. Cabedelo - PB. CEP 58109-303