PATOLOGIAS ENCONTRADAS NA RODOVIA DE PAVIMENTO FLEXÍVEL BR-101 SUL KM 80 A 82 NO MUNÍCÍPIO DE JOBOATÃO DOS GUARARAPES-PE E ADJACÊNCIAS: UMA ANÁLISE CRÍTICA

Alexandre Henrique Queiroga Barros Filho, Rafael Fernandes Patrício, Williams da Silva Guimarães de Lima, Luiz Florival Cipriano

Resumo


O Brasil detém uma extensa área territorial e paralelamente a este fato, dispõe também rodovias que se estendem por todo o seu território. As rodovias são de extrema importância no aspecto socioeconômico, tendo em vista que sua função é proporcionar acesso e mobilidade, dispondo de uma ampla extensão de estradas ao longo do território de escala continental. Essas rodovias pavimentadas apresentam em alguns casos, tipos de patologias, desde pequenas fissuras a grandes panelas que acarretam vários transtornos aos condutores. Diante do exposto, o presente artigo aborda pontos técnicos importantes os quais influenciam nas propriedades do pavimento asfáltico situado na região metropolitana do Recife-PE, em um trecho de 30 km da BR-101, no qual foi delimitado o estudo entre os quilômetros 80 a 82. Foram identificadas durante a análise, problemas como panelas, trincas, fissuras, afundamentos, dentre outras patologias. Sugere-se que as causas desses elementos devem estar relacionadas as falhas de projeto e execução, além da falta de conservação e manutenção apropriada. Para isso foram realizados levantamentos do estado da arte, buscando nas bibliografias especializadas na área e nas normas técnicas, identificando e analisando a causa desses problemas e suas possíveis soluções.

Palavras-Chave: Patologia. Rodovia. Pavimento flexível.


Texto completo:

PDF

Referências


ADLINGE, S. S.; GUPTA, A. K. Pavement Deterioration and its Causes. Índia, 2013. Disponível em: . ISSN: 2278-1684. Acesso em 25/09/2019.

AUGUSTO, Pedro, p77, Mapa de Suscentabilidade a Deslizamentos na Região Metropolitana de Recife Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/6331/1/arquivo6785_1.pdf. Acesso em: 16 de junho de 2020.

ALBUQUERQUE, CARLOS E SILVA, LUCAS, 2017, p.16. Patologias em pavimentos de concreto simples. Disponível em: https://ri.cesmac.edu.br/bitstream/tede/362/1/PATOLOGIAS%20EM%20PAVIMENTOS%20DE%20CONCRETO%20SIMPLES.pdf. Acesso em: 29/09/2020.

ANDRADE, Mário Henrique. Introdução à pavimentação. Notas de aula, 2007.

BALBO, T. José. Pavimentação Asfáltica. 3ª ed. Oficina de Textos, 2016.

BERNUCCI, L.B. et al. Pavimentação Asfáltica: Formação básica para engenheiros.1.ed. Rio de Janeiro: Petrobras ABEDA, 2008. Disponível em: Acesso em: 13 de maio de 2020.

BR, Equipe. Transporte Rodoviário: o mais utilizado no Brasil. Cargo BR, 2019. Disponível em: https://blog.cargobr.com/transporte-rodoviario-mais-utilizado/#:~:text=Com%20mais%20de%201.700.000,cargas%20e%20passageiros%20do%20pa%C3%ADs. Acesso em: 27/09/2020.

BRITO, L.; BOCK, A. Estudo do espectro de cargas dos veículos comerciais rodantes na BR 290/RS, Freeway, através do uso da técnica do Weight in Motion (WIM). Porto Alegre/RS, Abril. de 2013.

CÓRDOBA, V.C.; JARDIM DE SÁ, E. F.; SOUZA, D. C.; ANTUNES, A. F. 2007. Bacia de Pernambuco-Paraíba. Boletim de Geociências da Petrobras, v. 15, n. 2, p. 391-403.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRANSPORTES, CNT. Pesquisa CNT de rodovias 2012. Disponível em: http://pesquisarodovias.cnt.org.br/Relatorios/2012/RelatorioGeral@2012_Altaresolucao.pdf. Acesso em 30 de abril. 2020.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRANSPORTES, CNT. Conheça os 13 principais defeitos do pavimento das rodovias 2018. Disponível em:https://www.cnt.org.br/agencia-cnt/conheca-principais-defeitos-pavimento. Acesso em 06 de novembro. 2020.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRANSPORTES, CNT. ANUÁRIO CNT DO TRANSPORTE. Malha rodoviária pavimentada 2018. Disponível em: https://anuariodotransporte.cnt.org.br/2018/Rodoviario/1-3-1-1-2-/Inicial. Acesso em: 10 de dezembro. 2020.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRANSPORTES, CNT. Conheça os 13 principais defeitos do pavimento das rodovias. Confederação Nacional de Transportes. 2018a. Disponível em: . Acesso em 10/11/2020.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRANSPORTES, CNT. Pesquisa CNT de rodovias 2018: relatório gerencial. Confederação Nacional de Transportes. 2018c. Disponível em: . Acesso em 10/11/2020.

Dicio, Dicionário online de português. Disponível em: https://www.dicio.com.br/abrasao/.

Acesso em: 07 de novembro. 2020.

Dicionário de Engenharia. Disponível em: https://www.engenhariacivil.com/dicionario/. Acesso em: 05 de outubro de 2020.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES. Diretoria de Planejamento e Pesquisa. Coordenação Geral de Estudos e Pesquisa. Instituto de Pesquisas Rodoviárias. Manual de pavimentação. 3. ed., Rio de Janeiro, 2006. 274 p. (Publicação IPR 719). Disponível em: https://www1.dnit.gov.br/arquivos_internet/ipr/ipr_new/manuais/Manual_de_Pavimentacao_Versao_Final.pdf. Acesso em: 05 junho. 2020.

FALEIROS, L. M. Estradas: pavimento. Franca/SP, USP – Curso de Engenharia Civil, Notas de aula, julho/2005, 39p.

Estrada BR 101 em Recife tem 30km de buracos e mais parece pista de rali, JORNAL HOJE, disponível em http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2017/07/estrada-br-101-em-recife-tem-30km-de-buracos.html. Acesso em 05/06/2020.

LPE Engenharia. Base ou Sub-base. LPE, 2017. Disponível em: http://lpe.tempsite.ws/blog/index.php/base-ou-sub-base-do-piso-industrial/. Acesso em: 28/10/2020.

MIKAEL, Carlos; LOPES, André; AZOR, Vivian; LYRA, Bruna. Bacia de Pernambuco-Paraíba. AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS SEXTA RODADA DE LICITAÇÕES. 2019. Disponível em: http://rodadas.anp.gov.br/arquivos/Bienio/Mapas_R16/Sumario_Geologico_R16_Pernanbuco_Paraiba.pdf. Acesso em: 09/11/2020.

RIBEIRO, Thiago Pinheiro. Estudo Descritivo das Principais Patologias em Pavimento Flexível. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Edição 04. Ano 02, Vol. 01. pp. 733-754, Julho de 2017. ISSN:2448-0959/ visto em: 02 de junho de 2019.

REFORÇO DO SUBLEITO – REF, Arteris, 2015. Disponível em: http://www.arteris.com.br/wp-content/uploads/2018/07/ARTERIS-ES-002.Refor%C3%A7o-do-Subleito-REF-REV-0.pdf. Acesso em: 07/12/2020.

ROCHA, R.S. Patologias de pavimentos asfálticos e suas recuperações: estudo de caso da Avenida Pinto de Aguiar. Salvador, 2010.

RODRIGUES, José Luís Azevedo. Conceção de Pavimentos Rígidos. 2011. 128 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia Civil, FEUP, Universidade do Porto, Porto, 2011. Disponível em: https://repositorio-berto.up.pt/bitstream/10216/63481/1/000149988.pdf. Acesso em: 19 set. 2020.

SILVA, P. F. A. Manual de patologia e manutenção de pavimentos. 2. ed. São Paulo: Pini, 2008. 128 p.

SOLANKI, P.; ZAMAN, M. Design of semi-rigid type of flexible pavements. International Journal of Pavement Research and Technology, 2017. v. 10, p. 99-111.

SENÇO, Wlastermiler de. Manual de técnicas de pavimentação. 2ª Ed. São Paulo: Pini, 2007.

VIEIRA FILHO, J. 2017 Disponível em: https://www.creape.org.br/debate-requalificacao-urgente-da-br-101/. Acesso em 20 de setembro. 2020.

ZAGONEL, Ana Regina. Inovações em Revestimentos Asfálticos Utilizados no Brasil. Revista CONSTUINDO, Belo Horizonte, v. 9, Ed. Esp. de Patologia, p. 48 - 61, Jul - dez., 2017. Disponível em: http://www1.dnit.gov.br/normas/download/pavimentacao/PAV_Flexiveis_Recup_de_Defeitos_em_Pav_Flexiveis.pdf. Acesso em: 01 outubro. 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Acta Scientia

ISSN: 2596-2078

Centro Universitário Uniesp

Rodovia BR 230, Km 14, s/n, Morada Nova. Cabedelo - PB. CEP 58109-303